Avançar para o conteúdo

5 A 26 Julho 2024 - 21h30m

O Ciclo de Música de São Francisco está de volta,
na sua quinta edição.

O Ciclo, que conta com a coordenação musical do Maestro Filipe Veríssimo, apresentará um programa rico e variado, com particular incidência na música coral sacra, nas suas diversas formações, abrangendo diferentes períodos históricos desde o renascimento até à música dos nossos dias.
Os concertos terão lugar na Igreja do Convento de São Francisco do Porto, todas as sextas-feiras de julho – dias 5, 12, 19 e 26 – pelas 21h30.

A não perder! A entrada é livre.

The San Francisco Music Cycle
is back for its fifth edition.

The cycle, coordinated by conductor Filipe Veríssimo, will present a rich and varied programme, with a particular focus on sacred choral music in its various formations, covering different historical periods from the Renaissance to the music of today.
The concerts will take place in the Church of the Convent of São Francisco from Porto, every Friday in July – on the 5th, 12th, 19th and 26th – at 9.30 p.m.

Not to be missed! Admission is free.

ENTRADA LIVRE
FREE ENTRANCE

5 de julho

PortoGalante Vocal Ensemble

12 de julho

Coro Polifónico da Lapa

19 de julho

Schola Cantorvm Colegiada de Cedofeita

26 de julho

Coro Voces Verbi

Diálogos entre vozes e órgão
PortoGalante Vocal ensemble

5 de Julho de 2024

Direção: Filipe Veríssimo

Órgão: Samuel Pinto

G. P. Palestrina (c. 1525-1594)
Sicut cervus

Samuel Pinto (1992)
Suite improvisada sobre o cântico Cantai ao Senhor um cântico novo, de A. F. Santos

I. Coral

W. Byrd (1540-1623)
Ave verum

II. Ária

T. L. Victoria (1548-1611)
Ave Maria

III. Ritornello

A. Bruckner (1824-1896)
Pange lingua

IV. Trio

O. Gjeilo (1978)
Ubi caritas

V. Recitativo

A. Bruckner
Locus iste

VI. Menor

G. P. Palestrina
Super flumina

VII. Fuga

Dom Pedro de Cristo (c. 1550-1618)
Regina cœli

 

FILIPE VERÍSSIMO

Mestre Capela e Organista Titular da Igreja da Lapa, no Porto desde 2002, Filipe Veríssimo tem desenvolvido, em estreita colaboração com o Cónego Dr. António Ferreira dos Santos, um trabalho ímpar no desenvolvimento e promoção da música de órgão e da música coral sacra e litúrgica em Portugal.
É formado em Música Sacra na Escola de Artes da Universidade Católica, e frequentou o Mestrado em Musicologia Histórica na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e o Mestrado em Música Sacra na Escola de Artes da Universidade Católica Portuguesa.
É Mestre Capela honorário da Venerável Ordem Terceira de São Francisco, diretor artístico do Ciclo de Música de São Francisco e do Ciclo Internacional de Concertos de Órgão da Sé Catedral do Porto e Consultor da Santa Casa da Misericórdia do Porto para a área da Música Sacra.
O Instituto Politécnico do Porto conferiu-lhe o título de “especialista em música”, em reconhecimento da excelência da sua carreira profissional e da sua relevância pedagógica para o ensino superior de música em Portugal.
Em 2021 fundou o FIOMS – Festival International de Órgão e Música Sacra da Área Metropolitana do Porto do qual é o diretor geral.

Chapel Master and titular organist of the Church of Lapa in Porto since 2002, Filipe Veríssimo has developed, in close collaboration with Canon Dr António Ferreira dos Santos, a unique work in the development and promotion of organ music and sacred and liturgical choral music in Portugal.
He has a degree in Sacred Music from the School of Arts of the Portuguese Catholic University, and attended the Master in Historical Musicology at the Faculty of Social and Human Sciences of the New University of Lisbon and the Master in Sacred Music at the School of Arts of the Portuguese Catholic University.
He is Honorary Chapel Master of the Venerable Third Order of St Francis, Artistic Director of the St Francis Music Cycle and the International Organ Concert Cycle of the Cathedral of Porto and Consultant to the Holy House of Mercy of Porto for the area of Sacred Music.
The Polytechnic Institute of Porto conferred him the title of “specialist in music”, in recognition of the excellence of his professional career and his pedagogical relevance to higher music education in Portugal.
In 2021 he founded FIOMS – Organ and Sacred Music International Festival of the Metropolitan Area of Porto of which he is the general director.

PORTOGALANTE ENSEMBLE

Fundado em 2003 por Filipe Veríssimo, PortoGalante Ensemble é um agrupamento musical que se dedica à interpretação da música antiga, com instrumentos da época. Este agrupamento, constituído por músicos provenientes de algumas das mais significativas orquestras portuguesas, tem como objectivos fundamentais promover a prática da música antiga e sensibilizar jovens músicos para a utilização de instrumentos da época tentando, desta forma, suprimir a lacuna existente nesta área, nomeadamente no Norte de Portugal.
O PortoGalante Ensemble fez a sua estreia no dia 1 de Outubro de 2003 (Dia Mundial da Música), na Sé Catedral do Porto, num concerto comentado por Rui Vieira Nery. Posteriormente, este agrupamento musical agregou a si um coro de câmara, alargando, deste modo, as suas possibilidades de reportório. É com esse novo rosto que o PortoGalante Ensemble se apresenta, depois de ter realizado concertos em Vila Real (Igreja da Misericórdia) e na Basílica do Palácio Nacional de Mafra e no Festival Internacional de Música da Póvoa de Varzim, Braga, Barcelos e Figueira da Foz.

Founded in 2003 by Filipe Veríssimo, PortoGalante Ensemble is a musical group dedicated to the interpretation of early music using period instruments. This group, made up of musicians from some of the most significant Portuguese orchestras, has the fundamental aims of promoting the practice of early music and sensitising young musicians to the use of period instruments, in an attempt to fill the gap in this area, particularly in the north of Portugal.

The PortoGalante Ensemble made its debut on 1 October 2003 (World Music Day) at Porto Cathedral, in a concert with commentary by Rui Vieira Nery. Subsequently, this musical group added a chamber choir, thus broadening its repertoire possibilities. It is with this new face that the PortoGalante Ensemble is performing, after having given concerts in Vila Real (Igreja da Misericórdia) and in the Basilica of the National Palace of Mafra and at the Póvoa de Varzim International Music Festival, Braga, Barcelos and Figueira da Foz.

Coro Polifónico da Lapa

12 de Julho de 2024

Programa

Vivaldi (1678-1741)
Magnificat

W.A. Mozart (1756-1791)
Ave verum corpus
Laudate Dominum

A. Bruckner (1824-1896)
Ave Maria
Tota pulchra es Maria

M. Duruflé (1902-1986)
Ubi caritas

J. Rutter (1945)
This is the day
The Lord bless you and keep you
Look at the world

Fundado em 1998 pelo Cónego António Ferreira dos Santos, o Coro Polifónico da Lapa (CPL) intrepreta algumas das mais emblemáticas obras corais-sinfónicas, das quais se destacam as Quatro Missas Luteranas, Paixão segundo São João, Magnificat e Oratória de Natal de Bach; Magnificat e Gloria de Vivaldi; todas as missas de Mozart (incluindo a “Grande” Missa em dó menor e o Requiem); a Missa em Ré Maior de Dvorák; a Missa de Gloria de Puccini; Requiem de Suppé; Requiem de Fauré; Oratória de Natal de Saint-Saëns; Requiem de Duruflé; 2ª Sinfonia de Mahler, etc.

Este agrupamento, constituido por 65 elementos, apresenta-se dominicalmente na Missa do meio-dia na Igreja da Lapa, assim como em concertos de norte a sul do país e no estrangeiro, fazendo-se acompanhar por formações orquestrais de renome e sendo dirigido por maestros prestigiados como Álvaro Cassuto, Pe. António Ferreira dos Santos, António Vassalo Lourenço, Artur Cardoso, Cesário Costa, Fernando Marinho, Johannes Skudlik, Jorge Matta, Martin Lutz, Osvaldo Ferreira, Ricardo Tacuchian, entre outros.

Em 2010, o CPL integrou o coro da Eucaristia presidida por Sua Santidade o Papa Bento XVI, na cidade do Porto, em conjunto com o Coro da Sé Catedral do Porto sob a direção de Eugénio Amorim. Em 2023, foi convidado, como coro favorito, a participar na Missa das Pré-jornadas Mundiais da Juventude da Diocese do Porto, presidida por Dom Manuel Linda.

Schola Cantorvm Colegiada de Cedofeita

19 de Julho de 2024

Programa

I. Anúncio do nascimento de Jesus
(Lucas 1: 30-31)

“Maria, não temas, pois achaste graça diante de Deus.
Hás-de conceber no teu seio e dar à luz um filho, ao qual porás o nome de Jesus.»

Angelus Domini (à capella)
– F. Biebl (1906-2001)

II. Cântico de Maria
(Lucas 1: 46-47)

“A minha alma glorifica o Senhor e o meu espírito exulta de alegria em Deus, meu Salvador.”

Magnificat (à capella)
– Gregoriano

III. Maria, dá à luz o Salvador do Mundo
(Lucas 2: 15-16)

“Os pastores disseram uns aos outros: «vamos a Belém ver o que aconteceu e que o Senhor nos deu a conhecer»; foram apressadamente e encontraram Maria, José e o menino deitado na manjedoura.”

Gaudete Christus est natus Stars (à capella)
– Anónimo

IV. As bodas de Caná
(João 2: 3-5)

Maria presente na vida pública de Jesus

“Como viesse a faltar o vinho, a mãe de Jesus disse a Este: «Não têm vinho». Jesus retorquiu: «Que temos nós com isso, Mulher? A minha hora ainda não chegou». Sua mãe disse aos servidores: «Fazei o que ele vos disser».”

O sacrum convivium
– T. L. Victória (c. 1548 – 1611)

V. Jesus encontra sua mãe
[via Sacra – 4ª estação]
(Lucas 2: 34-35)

|Maria ao lado de seu filho no caminho para o calvário|

“Simeão abençoou-os e disse a Maria, sua mãe: «Este menino está aqui para queda e ressurgimento de muitos em Israel e para ser sinal de contradição; uma espada trespassará a tua alma. Assim hão-de revelar-se os pensamentos de muitos corações.”

Ubi caritas et amor (à capella)
– O. Gjeilo (1978)

VI. Crucifixão de Jesus
(João 19: 26-27)

“Jesus, ao ver ali ao pé sua mãe e o discípulo que Ele amava, disse à mãe: «Mulher, eis o teu filho!» Depois disse ao discípulo: «Eis a tua mãe!» E desde aquela hora, o discípulo acolheu-a como sua.”

Da pacem Domine (à capella)
– J. Enns (1972-)

VII. Jesus morto nos braços de sua mãe
[via Sacra – 14ª estação]

“Ao contemplar a Senhora da Piedade com o filho morto entre os seus braços, encontram sinais de solidariedade silenciosa que confia incondicionalmente a Deus.”

Stabat Mater (à capella)
– G. Aichinger (1564-1628)

VIII. Ascensão de Maria aos Céus

“A Imaculada Mãe de Deus, a sempre Virgem Maria, terminado o curso da vida terrestre foi assunta em corpo e alma à glória celestial.” (Papa Pio XII)

Salve regina (à capella) – R. Luengen (1960-)

IX. Maria, coroada Rainha da Paz

Nossa Senhora é glorificada pela Santíssima Trindade «Ela resplandece como Rainha dos Anjos e dos Santos, antecipação e ponto culminante da condição escatológica da Igreja» (Rosarium Virginis Mariae, nº 23).

Stars (à capella) – E. Esenvalds (1977-)

NUNO MIGUEL DE ALMEIDA
Direção

Nascido na cidade do Porto em 1993, Nuno Miguel de Almeida, Maestro e organista da Schola Cantorvm Colegiada de Cedofeita, tem uma sólida formação musical que começa aos 4 anos, no Instituto Orff do Porto. Após o Curso Complementar em Órgão Literatura e Órgão Improvisação/Acompanhamento, do Conservatório do Porto, conclui a Licenciatura em Direcção, Teoria e Formação Musical e o Mestrado em Direcção Coral,ambos pela Universidade de Aveiro, continuando a aperfeiçoar a sua formação com cursos em que participa com regularidade.

Tem vindo a dirigir diversas formações, tendo como principal foco do seu trabalho a formação coral. Para além da Schola Cantorvm Colegiada de Cedofeita, é Maestro e Director Artístico do Coro de Câmara do Órfeão de Leiria e Maestro e membro fundador do ensemble Moços do Coro, formação que primordialmente se dedica à prática da Música Antiga e Música Portuguesa.

São inúmeros os locais onde tem vindo a apresentar o seu trabalho, estabelecendo parcerias ou integrando ciclos e festivais, sempre com a perspectiva de dignificar a prática Coral Portuguesa.

Born in Porto in 1993, Nuno Miguel de Almeida, conductor and organist of the Schola Cantorvm Colegiada de Cedofeita, has a solid musical education that began at the age of 4, at the Orff Institute, in Porto. After the Complementary Course in Organ Literature and Organ Improvisation/Accompaniment, from Porto Conservatory, he’s completed a degree in Conducting, Theory and Musical Training and a master in Choral Conducting, both at the University of Aveiro and continues to refine his training with regular courses.

He has directed various ensembles, with the main focus of his work being choral training. In addition to the Schola Cantorvm Colegiada de Cedofeita, he is the conductor and artistic director of the Órfeão de Leiria Chamber Choir and the conductor and founding member of the ensemble Moços do Coro, a formation dedicated primarily to the practice of Early Music and Portuguese Music.

He’s presented his work in countless places, establishing partnerships or taking part in cycles and festivals, always with a view to dignifying portuguese choral practice.

Fundada no ano de 2018 por Nuno Miguel de Almeida, a Schola Cantorvm Colegiada de Cedofeita é, na sua génese, um agrupamento vocal feminino sediado na Paróquia de S. Martinho de Cedofeita (Porto). Apresentando-se regularmente sob a formação de vozes iguais (S.S.A.A), e vozes mistas (S.A.T.B), este projeto tem como principal propósito defender, preservar e divulgar a prática da música sacra ao serviço da liturgia. Respondendo a esse desejo, procura devolver à vivência litúrgica, práticas musicais que se viram afastadas desta realidade ao longo dos tempos, incitando, igualmente, a criação de novas obras para a liturgia. Desejando construir um sólido legado na prática da música ao serviço da liturgia, a Schola Cantorvm Colegiada de Cedofeita, tem desenvolvido, desde a sua formação, projetos artísticos originais que apresentam em diversos locais.

Founded in 2018 by Nuno Miguel de Almeida, the Schola Cantorvm Colegiada de Cedofeita is, in its genesis, a female vocal group based in the Parish of S. Martinho de Cedofeita (Porto).
Performing regularly with equal voices (S.S.A.A) and mixed voices (S.A.T.B), this project’s main purpose is to defend, preserve and spread the practice of sacred music at the service of the liturgy. In response to this aim, they try to bring back to the liturgical experience old musical practices, while also encouraging the creation of new works for the liturgy.
Wishing to build a solid legacy in the practice of music at the service of the liturgy, the Schola Cantorvm Colegiada de Cedofeita has developed, since its formation, original artistic projects that it presents in various venues.

SOPRANOS:
Ana Isabel Pereira
Ana Raquel Barbosa
Aurora Gomes
Inês Correia
Liliana Oliveira
Maria Mendes
Rosita Cadoca

CONTRALTOS:
Ana Rosa
Catarina Silva
Carolina Pereira
Marta Magalhães
Isabel Soares
DIRECÇÃO: Nuno Miguel de Almeida

26 de Julho de 2024

Programa

BREVEMENTE DISPONÍVEL

O coro Voces Verbi, fundado em 2022 com o objetivo de levar a música sacro-litúrgica a um ponto de excelência, conta com elementos de vozes masculinas oriundas de diferentes cidades. O seu percurso conta com apresentações a solo em ínumeros concertos, assim como em celebrações com outros coros, destacando a Schola Cantorum Colegiada de Cedofeita, sob a direção do maestro Nuno Almeida.
Participou no Vocal Art Choir Competition, um concurso de coros realizado em Paços de Ferreira, onde obteve o 2º lugar na classificação e no X Encontro de Música Coral da Póvoa de Varzim, organizado pelo grupo Capela Marta.
Realizaram, em 2024, dois concertos importantes: no Santuário de Fátima, no IX Concerto Evocativo dos Três Pastorinhos de Fátima partilhado com o organista titular da Basílica de São Pedro e em Vigo, no IIº Ciclo Música Antiga “Ai Ondas”.
Este coro interpreta obras que passam por diversos tempos da história da música, começando no canto gregoriano até à polifonia do século XXI.

The Voces Verbi choir was founded in 2022 with the aim of bringing sacred-liturgical music to a point of excellence, featuring male voices from different Portuguese cities. His career includes solo performances in numerous concerts, as well as celebrations with other choirs, including the Schola Cantorum Colegiada de Cedofeita, under the direction of conductor Nuno Almeida.
They took part in the Vocal Art Choir Competition, held in Paços de Ferreira, obtaining the 2nd place in the competition, and in the X Encontro de Música Coral da Póvoa de Varzim, organised by the Capela Marta group.

In 2024, they gave two important concerts: at the Sanctuary of Fátima, in the IX Evocative Concert of the Three Little Shepherds of Fátima, shared with the organist of St Peter’s Basilica, and in Vigo, in the II Cycle of Ancient Music “Ai Ondas”.