Avançar para o conteúdo
Capela de Nossa Senhora da Soledade

Capela de Nossa Senhora da Soledade

Capela de Nossa Senhora da Soledade

Data: 1764
Período/Estilo: Rococó
Entalhador: Francisco Pereira Campanhã

Capela particular instituída pela família portuense Pinto Monteiro (cujas armas de família se encontram no arco), e cuja produção coube a um dos maiores nomes do Rococó da escola portuense – o mestre escultor Francisco Pereira Campanhã – resultando num dos trabalhos mais conseguidos pelo artista, não só pelas dimensões, mas principalmente pela mestria de entalhe, delicadeza e requinte de execução.
No remate do retábulo, totalmente revestido a folha de ouro, exibe-se, através de um relevo policromado, a representação do Milagre da Porciúncula. Neste milagre, tão caro à ordem franciscana, Nossa Senhora e Jesus Cristo aparecem a São Francisco, enquanto este rezava na capela da Porciúncula, em Itália, perto de Assis.
No corpo do retábulo, destaca-se a escultura de Nossa Senhora da Soledade, a mãe que chora a morte do Filho, no momento entre a Sua Crucifixão e a Sua Ressurreição, encontrando-se por baixo da mesa de altar a imagem de Cristo Morto.
Todo o espaço é revestido por talha dourada, com formas decorativas que conferem grande movimento e dinamismo ao conjunto, com pequenos lóculos encerrados por vidro, no tecto da capela, onde outrora se expunham relíquias de santos, culminando na monumental grade que restringe o acesso a esta capela e que constitui uma obra-prima do entalhe rococó português.
Intencionalmente, na parte exterior, ladeando a entrada na capela, a talha segue o mesmo modelo compositivo do altar que lhe faz frente na outra nave lateral da igreja, criando unidade com essa talha, que já existia no templo quando esta foi executada. Nesta zona destacam-se as imagens de São Diogo de Alcalá e São Bernardo de Claraval (lado esquerdo) e São Pascoal de Bailão e São Bernardo de Corleone (lado direito), encimados por dois arcanjos.

A utilização de cookies neste website tem como principal objetivo melhorar a sua experiência. Ao clicar em qualquer link nesta página está a dar-nos a permissão para usar cookies. Política de cookies